Notícias foto LUCIO BERNARDO JR

Publicado em 12 de fevereiro de 2014 | por Assessoria - Edinho Araújo

0

Universidade Federal na região é o 11º projeto de Edinho

foto LUCIO BERNARDO JRFoi protocolado nesta quarta-feira (12), na Câmara Federal, projeto de lei 7.118/14, de autoria do deputado Edinho Araújo (PMDB-SP), autorizando a criação da UFNP – Universidade Federal do Noroeste Paulista. A universidade terá como objetivo a oferta de vagas em cursos de nível superior, e fomento à pesquisa e à extensão universitárias nos diversos campos do saber, voltadas para o desenvolvimento sustentável da região.

“Entendo que é hora da nossa região ser contemplada com cursos superiores gratuitos, adequados à vocação econômica regional e às novas demandas do mercado”, destacou o deputado ao apresentar o projeto.

Na justificativa, o deputado explicou que a região Noroeste de São Paulo ocupa quase um quarto da área do Estado e reúne cerca de 250 dos 645 municípios paulistas, onde vivem quase três milhões de paulistas. A região tem como cidade polo São José do Rio Preto, de 420 mil habitantes, e engloba as microrregiões de Mirassol, Catanduva, Barretos, Araçatuba, Votuporanga, Fernandópolis, Jales e Santa Fé do Sul e municípios das regiões vizinhas de Ribeirão Preto, Araraquara e Presidente Prudente.

DEMANDA

Edinho Araújo registrou que Rio Preto é um conhecido polo universitário, atendendo a mais de 35 mil estudantes, muitos deles vindos de outros centros em busca dos cursos de graduação, pós-graduação e tecnológicos.“Mas a maioria dos cursos ofertados está nas instituições privadas de ensino. No segmento público, Rio Preto abriga e Famerp – Faculdade de Medicina e Enfermagem, um campus da Unesp – Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, e a Fatec – Faculdade de Tecnologia, ligadas ao governo de São Paulo. Os jovens do Noroeste de São Paulo que precisam cursar uma universidade pública não têm muitas alternativa”, justificou o parlamentar.

 

Embora muitos considerem o Estado de São Paulo bem suprido em relação a cursos superiores federais, a distribuição das vagas e dos campus é desigual entre as regiões administrativas do Estado de São Paulo, e a região Noroeste é uma  das mais prejudicadas.

“Esperamos que a nossa proposta possa ser apreciada em breve por esta Casa e, desde já, peço o apoio dos nobres colegas para realizarmos esse grande sonho da população do Noroeste Paulista. A região ressente-se da falta de uma grande universidade pública federal, que tenha cursos voltados à sua vocação regional”, afirmou o deputado em pronunciamento na Tribuna da Câmara Federal.

TRAMITAÇÃO

A proposta tramitará nas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; Educação; Finanças e Tributação; e pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania




Voltar ao Topo ↑

  • Vídeo

  • Twitter


  • Receba Nosso Boletim Eletrônico

    * Digite seu e-mail no campo acima
  • Receba nossos informativos em sua casa clicando aqui .